DST

O que são doenças sexualmente transmissíveis ou DST?
As DSTs são todas as Infecçoes transmitidas por meiode contato sexual,durante relação oral, vaginal ou anal sem proteção.

Algumas infecções também passam, da mãe para o filho, antes ou durante o parto, ou resultam de transfusoes de sangue contaminado.

Existem vários agentes causadores de DSTs. Alguns são vírus, como no caso da AIDS, do herpes e da hepatite B. As DSTs mais comuns e mais conhecidas, como sífilis, gonorreia, cancro mole, infecções por clamídia e uretrites não gonocócitas são causadas por bactérias e podem ser completamente curadas.

1) Sífilis

Sintomas:
.Ferida indolor no pênis, vulva ou na boca, que surge 2 a 3 semanas após a relação sexual.
.Feridas ou verrugas no ânus.
.Manchas na pele
.Ínguas no corpo, principalmente nas virilhas.
.Febre e dores nas juntas.
.Manifestações cardíacas, mais tardiamente.

Como é feito o diagnóstico?
Existem vários exames de laboratório, como o VDRL, o TPHA e o FTA-Abs, que podem fazer o diagnóstico. Toda mulhergrávida deve fazer o VDRL, pois a doença pode ser transmitida ao embrião, provocando aborto, ou para o feto, causando-lhe doenças graves ou morte.

2) Erpes genital

É a infecção provocada pelo herpes virus. Transmitida através da relação sexual, não tem tratamento definitivo, embora haja medicamentos que podem controlar a doença.

Quais os sintomas?
O mais freqüente é o aparecimento de pequenas bolhas de conteúdo claro no corpo do pênis ou na glande e nos grandes lábios da vagina. Podem ser dolorosas e, quando se rompem, deixam uma pequena ferida rasa,às vezes com um pouco de secreção branca.

Prevenção
Uso de camisinha nas relações sexuais.

3) Hepatite B

Essa doença é transmitida por meio da relação sexual e, também, por contato com sangue ou secreções de pessoa contaminada. Pode passa da mãe para a criança no momento do parto.

Como é feito o diagnóstico?
Através de exames de sangue que indicam lesão no fígado e testes que identificam o vírus B.

4) AIDS

Doença infecciosa causada pelo vírus HIV, que afeta o sistema imunológico deixando o organismo sem defesa e vulnerável a todos os tipos de infecções oportunas, que podem levar à morte. Uma das formas de contágio da AIDS é a via sexual.

Como é feito o diagnóstico?
O teste sangüíneo chamado Elisa, realizado em laboratório, é o primeiro exame que deve ser feito para revelar se uma pessoa é portadora do HIV (soropositiva). Podem ocorrer exames falsamente positivos e nesse caso, o teste deve ser confirmado por um mais específico, chamado Westernblot.

prevenção é a única forma de se evitar a AIDS!

5) Gonorréia

É uma DST facilmente curável com o uso de antibióticos. Porém se não for corretamente tratada, pode levara sérias complicações como:

No homem:
.Inflamação na próstata e nos testículos.
.Incapacidade de gerar filhos (esterilidade).

Na mulher
.Inflamação nas trompas.
.Incapacidade de gerar fllhos (esterilidade).
.Necessidade de intervençao clrurglca no momento do parto, para evitar contaminação nos olhos do bebê (oftalmia gonocóccica), que pode levar à cegueira.

Quais os sintomas?
.Corrimentopurulento no pênis, com dor ao urinar.
.Corrimento na vagina, com dor ao urinar e durante as relações sexuais.
.Os sintomas iniciam-se 2-10 dias após a relação sexual.

Como é feito o diagnóstico?
Através de um exame de laboratório, com a secreção uretral do homem e a secreção uretral e cervical da mulher.

6) Clamídia

Infecção causada pela Chlamydia tracomatis. As uretrites são transmitidas pelo contato sexual e ocorrem tanto em homens quanto em mulheres.

Quais os sintomas?
Geralmente corrimentos espessos, com dor leve e intermitente ao urinar, com início 8-10 dias após a relação sexual. As mulheres, geralmente, não têm sintomas.

Como é feito o diagnóstico?
Atravéz do material do colo uterino ou da uretra colidos pelo ginecologista ou urologista. Podem ser feitos 3 tipos de exames: cultura, imunofluorescência e captura híbrida (que é o mais sensível para se fazer o diagnóstico).

7) HPV

É uma doença causada pelo papilomavírus humano. Facilmente tratável no início, pode precisar de cirugia nos casos mais avançados. Essa infecção está fortemente associada ao cancêr de colo uterino.

Formas de transmissão:
Relações sexuais e contato com a pele de portadores de verrugas causadas pelo HPV. A mãe pode passar a doença para o filho durante o parto natural.

Quais os sintomas?
O condiloma ou papiloma provoca manchas esbranquiçadas, ou verrugas róseas ou acinzentadas, no aparelho genital femininoou masculino, conhecidas como “crista de galo” ou “couve-flor”. Podem causar coceira e dor na relação sexual.

Como é feito o diagnóstico?
Através do exame Papa nicolaou (raspagem e análise das células do colo do útero), colposcopia (exame endoscópico do colo do útero), vulvoscopia (exame endoscópico da vulva), peniscopia (exame endoscópico do pênis) e biópsia.

Prevenção
Cuidados básicos de higiene (não compartilhar roupas íntimas e toalha) e usar preservativo durante a relação sexual são imprescindíveis para a prevenção da doença.

Prevenção das DSTS
O melhor meio é utilizar “camisinha” em todas as relações
‘sexuais. O uso correto do preservativo impede o contágio.